de nada valeria…

imagePorque ó Pai, me fizeste assim?

Porque sou cheio de trevas em meu peito?

Porque me fizeste pecador e doente neste mundo de dor e sofrimento?

Se tu ó Eterno, és o mais sábio?

Eu te fiz assim porque meu Amor não existe limites!

Te Criei cheio de trevas, para que possas reconhecer a Luz e a Ela compreender.

Te formei pecador para que não sintas acima de nenhuma criatura, para que perceba que a dor q existe em ti é semelhante a de teu irmão.

Mas não te criei para que sofras, isto é apenas resultado de suas obras e de suas ações.

Mas por onde andei, ninguém me viu passar;

meus passos ninguém seguiu;

minhas palavras ninguém ouviu;

minha face ninguém olhou;

minha presença ninguém sentiu.

Responde-me ó Pai, como lhe ver caminhando? Como posso lhe seguir, lhe ouvir, te olhar e te sentir?

Eu caminho por onde pisas! Seguir seu coração é me seguir, Minhas palavras saem de seu coração, Minha face te olha no espelho, minha presença é você!

Sou o Princípio e o que veio antes do início. Sou a Água da Vida! Sou Aquele que de tudo veio e antes que pudesse existir, eu já te conhecia!

Sou teu irmão, sou a pedra, o ar, o alimento. Sou AMOR e nada mais, mas sou o tudo e a própria existência, ao mesmo tempo, sou a inexistência.

Eu Sou você e você sou eu! Porque estou em ti e tu está em mim.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.