Compreender é Amar

imageAs razões que existem por detrás das religiões são muitas, não podemos aqui dizer que tudo é ruim, mas se for pesado em uma balança, não teremos muitas coisas boas para pesar a favor.

Já citei, na postagem Respeito as Religiões, que devemos sim respeitar cada religião existente. Que todas possuem sua colaboração ao mundo. mas não ficou muito claro porque devemos respeitar, ainda mais pelo fato que eu crítico muito o sistema.

Preguiça de ler? Então ouça!

O sistema é errado, é corrupto e possui interesses financeiros, de controle e poder. Isto é fato se analisarmos cada religião de forma separada e com uma visão nada religiosa.

Na postagem citada, eu falo sobre o sistema controlar pessoas que possivelmente sem a religião institucional, hoje poderiam ser verdadeiros monstros ou um perigo a sociedade. Este lado o sistema faz bem seu papel.

Também devemos reconhecer, mesmo que seja com interesses, muitas doações e ajuda humanitária também são feitas. E claro, sempre com intensões nada religiosas (trocadilho tosco).

Mas fazem e para as famílias que recebem ajuda de alguma forma, são alentadas pelo menos por um período.

Porém devemos entender também que existe um lado obscuro do sistema. Na postagem Porque o Sistema é tão Louco, eu abranjo um lado muito complicado inclusive de ser tratado.

O sistema religioso precisa manter sua cota de pessoas a um numero aceitável para garantir o fluxo de dinheiro, então através do medo muitas vezes e das imposições religiosas aplicadas pelo sistema para justificar seus atos, o fanatismo caminha solto.

Fanatismo religioso é uma das formas senão a forma mais perigosa de fanatismo.

Muitos grupos terroristas usam a religião como desculpa para seus atos, tentando a base da força e da violência atrair as pessoas para suas práticas. Quero enfatizar que não falo somente de grupos orientais, mas de grupos cristãos também, como por exemplo o grupo IRA, o Exército Republicano Irlandês. Um grupo paramilitar armado, católico que executou centenas de atentados terroristas.

Mas o medo e o fanatismo enlouquecem, assim, dentro do sistema religioso é criado um numero grande de pessoas que passam após anos de ditadura religiosa, a ter problemas de saúde mental.

Entre o lado bom e ruim, o melhor é se manter afastado e se tem dúvidas, questione, cobre e por fim saia do sistema.

A relação de respeitar a religião não possui nenhum interesse pelo sistema, mas definitivamente às pessoas que nele estão.

Respeitar isso é Amor ao Próximo!

imageDa mesma forma que ir ensinando segundo o que cada um compreende e comprovou, aos irmãos ainda dominados pelo sistema.

Mas não devemos tentar convencer ninguém, nem jogar na cara o erro no caminho do próximo, porque aqui entra o que disse o Messias Jesus a respeito de primeiro tirar a trave de nossos olhos para depois tentar retirar o cisco nos olhos dos outros.

Como devemos entender, não somos especiais, diferentes ou melhores que ninguém. E principalmente, não somos salvadores!

Existe um princípio nas pessoas, que no momento que a mente estiver preparada para compreender as coisas de forma diferente, ela passa a aceitar mais os princípios que vem de outras pessoas.

Esta compreensão Espiritual é a resposta objetiva que vem de nós mesmos quando passamos a entender melhor os ensinamentos do Cristo e mais ainda quando possuem relação com as coisas do Pai.

É dever de cada um que começa a perceber o mundo ao redor que não podemos de forma alguma forçar alguém a compreender ou a aceitar nossas ideias e conhecimentos.

Isto seria para algumas pessoas não uma libertação, mas um martírio de muito sofrimento.

Causar sofrimento com uma boa intenção é errado da mesma forma e é assim que o sistema age.

Mas quando passamos a compreender que o que a outra pessoa sente, existe em nós e que também estamos sujeitos aos mesmos sentimentos, dores e aflições, começamos a mudar a forma de pensar e agir.

Aceitar e compreender as diferenças das demais pessoas, suas fraquezas, seus erros e tudo o mais é neste momento que estamos crescendo, porque sabemos que somos iguais e em nada nos diferenciamos delas.

Aceitar tudo isto é Amor pela Humanidade, compreender o próximo é Amor pelo Próximo.

Existem pessoas que estarão prezas ao sistema para sua vida toda. Seja por amor a sua crença, seja por fanatismo ou por vício. Não importa, não devemos interferir no livre arbítrio da pessoa. Mas se ela nos procurar questionando ou pedindo ajuda, aí sim entramos, falamos, respondemos e até ensinamos. Mas sem a intensão de convencimento.

Não somos donos da verdade e devemos sempre considerar a possibilidade de estarmos errados naquilo que acreditamos. Devemos inclusive compreender que as chances de estarmos errados é sempre maior.

Aceitar esta possibilidade, entender que não somos os donos da verdade, compreender que não somos salvadores, entender nossas deficiências com igualdade nas deficiências que vemos nas outras pessoas, saber que não estamos aqui para convencer ninguém; nos faz mais humildes e mantemos esta humildade.

Precisamos ficar sempre atentos em aprender com as demais pessoas, mesmo e principalmente com aquelas que tentamos ensinar algo, o Pai sempre nos fala e mostra sua obra e vontade de formas diferentes e simples.

imageSe a boca fala o que o coração está cheio e o coração é o templo do Eterno em nós, pois através dele expressamos o Amor e o Amor é o Pai, significa tão somente e simplesmente que o Pai nos fala o tempo todo através das bocas das pessoas a nossa volta.

Precisamos compreender que o Pai existe e está em nós e em todos nós! Sendo assim, na presença de qualquer pessoa estamos diante de uma parte do Pai!

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.