Antigo e Novo Testamento Porque esta divisão?

imageOlá mais uma vez a vocês caros amigos. Hoje vou escrever um pouco sobre os Testamentos da Bíblia, porque razão ela está dividida assim.

Como já conversamos outras vezes, a bíblia é um conjunto de livros. Os livros do Antigo Testamento são muito mais antigos que os livros do novo Testamento e esta é uma das razões de sua divisão, mas não é nem de longe a única e a mais importante. Pelo menos para o sistema religioso.

Vamos pelo princípio…

TANACH, é o nome que alguns erroneamente chamam o que seria a bíblia antiga ou antigo testamento. É praticamente os mesmos livros que temos hoje, sem adulterações como hoje, porém em ordem de classificação diferente da que encontramos na bíblia.

Preguiça de ler? Então ouça!

Dentro da TANACH está os livros do que conhecemos como Pentateuco ou Livros da Lei, que em hebraico se chama TORÁ.

A Torá é o livro mais importante da cultura Hebraica/Judaica, pois nela conta a história da Criação, Do nascimento do povo Hebreu que deu origem ao povo Judeu. Além disto também encontra-se os livros como comumente chamados de Livros da Lei.

Na Torá Moisés recebe os 10 Mandamentos e depois escreve suas Leis ao povo de Israel. Aqui entra o drama que é preciso entender para que o fundamento do Novo Testamento tenha sentido e validade.

Hoje o Pentateuco Judaico/Cristão está tão adulterado como os outros livros, mas é possível encontrar a Torá hebraica em quase sua perfeição traduzida ou encontra-la, acredito que com muito poucas percas, em hebraico.

Entraremos no assunto da Criação em outro post para não alongar-mos muito.

Após o período da Criação, do nascimento e queda da humanidade e o surgimento do Povo, Moises recebe do Pai seus Mandamentos. Por esta razão a Torá é conhecida como livros da Lei, mas na verdade não é bem assim, a Torá é o LIVRO DOS ENSINAMENTOS e nele contém os Mandamentos e as Leis.

Os mandamentos são diferentes das Leis, se o povo tivesse seguido os mandamentos não necessitariam da Lei.

Ensinar conduz e Lei aprisiona. Assim devemos entender.

Os mandamentos foram dez e as leis Mosaicas nada menos que 613 preceitos.

Os especialistas em Exegese, ou aqueles que analisam as interpretações das Escrituras, dizem que a Lei foi imposta ao povo porque este Não conseguiu seguir os Mandamentos que são mais elevados.

imageEstas 613 leis foi imposta ao POVO HEBREU, às 12 tribos de Israel. Por ser um povo de coração duro.

Por esta razão hoje as temos no Antigo Testamento porque são considerados sombras, ou seja, que devemos observar e entender, mas não servem para nós.

Paulo diz que aquele que vive pela Lei está sob a sua maldição, então alguns perguntam: acaso Deus daria a seu povo uma maldição?

Embora é o que parece, este mesmo povo que não conseguiu seguir apenas 10 mandamentos foi preciso receber 613 formas de cumpri-las, mas a lei é tão dura que ninguém conseguiria a salvação por meio dela. Ou seja, mesmo que justa ela se torna uma maldição.

Jesus veio cumprir a Lei e a mesma lei o condenou a morte. Porque dela ninguém sai vivo.

Duas pessoas, mesmo que mentindo, der testemunho contra uma pessoa inocente, a levaria a morte.

É esta a razão de Paulo dizer da Maldição da Lei.

Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las. Gálatas 3:10

Vamos entender uma coisa, se você um dia pegou alguma coisa que não lhe pertencia, mesmo que algo besta e irrelevante, você perante a Lei pecou, roubou. Então este roubo te condenaria já ao “inferno” porque transgrediu TODA A LEI.

Mesmo que você não tenha assassinado ninguém nem mesmo blasfemado contra Deus, o crime de assassinato seria contado em sua conduta pecaminosa do roubo.

O mesmo aconteceria se você cometesse adultério, toda a Lei seria sua pena.

Paulo diz também:

Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus. Gálatas 2:19

O sistema Religioso hoje em dia usa algumas coisas da Lei para aplicar e outras baniram e dizem ser sombras, mas a Lei é a Lei e por ela não pode existir fragmentada. Ou Ela é toda ou não é nada.

Mas o sistema usa desta artimanha para te enganar e usa a seu benefício aquilo que lhe agrada e lhe beneficia e retira tudo aquilo que lhes condenaria. Como o Dízimo, praticam, mas o que não lhes servem, como explicar e receber este dízimo em verduras, frutas, grãos e raízes para assim dividir entre aqueles que necessitam, te falam que é dinheiro e pronto! Ou seja, ELES MENTEM e MENTEM descaradamente!

Estas Leis foram escritas para o povo de Israel, para as 12 tribos. Se você não pertence a nenhuma destas tribos, se é Gentil como todo o resto do mundo que não é Israelita, então estas Leis não foram escritas para você.

Os outros livros da Tanach são os livros históricos, os livros dos profetas e os poéticos, como os Salmos, Provérbios e Cantares.

Quando jesus vem para cumprir sua Obra, ele testifica que veio CUMPRIR a LEI e não derruba-la. E assim ele fez, cumpriu a Lei. Viveu como Judeu e Morreu nas mãos da Lei. E esta deixou de ser válida porque ele deixou Um Mandamento que se seguido, a pessoa cumpre TODOS os 10 mandamentos e todos os 613 preceitos da Lei.

Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas. Mateus 7:12

E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas. Mateus 22:39,40

imageA Lei velha era o Odrés velho e o tecido velho, se deitarmos vinho novo no odrés velho ele se rachará e se colocarmos tecido novo para remendar o velho, este romperá e ficará pior.

Esta Divisão Fim da Lei e o Início da Obra em Amor, ou seja, na fé é o verdadeiro início do que podemos chamar de Novo Testamento. Mas esta divisão não inicia quando Jesus nasce e sim quando ele morre que diz: ESTÁ CONSUMADO!

Assim sendo, o que a religião faz a não ser colocar o Vinho Novo no ódres velho? O sistema quer que você viva sobre a maldição da Lei, porque isso é benéfico ao sistema, mas promete a salvação através da fé ou do vinho novo. O sistema vai rachar cedo ou tarde e aqueles que nele se encontram, vão junto.

O sistema não te explica que você não precisa ser salvo. É sério você não precisa ser salvo porque o Messias Jesus é o Salvador e já te salvou. Ou não?

Acaso não foi isso que ele fez? E agora você precisa que a religião te salve? Não está escrito que ao homem isso é impossível?

Os seus discípulos, ouvindo isto, admiraram-se muito, dizendo: Quem poderá pois salvar-se?
E Jesus, olhando para eles, disse-lhes: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível.
Mateus 19:25,26

Já fomos Salvos e é só ler para constatar isso que eu afirmo. Mas isso significa que não importa o que fizermos então?

Não! Se acaso ler perceberá que haverá um julgamento, neste julgamento o que será medido são as obras e JAMAIS qual religião você segue. O Pai é Único para todos e portanto não faz sentido Ele salvar só esta ou aquela denominação!

Mas o Julgamento, se prestares muita atenção em todo o contexto das escrituras verá que não é para ver quem esta salvo, mas para ver quem é que será condenado. Suas Obras e nada mais.

O sistema ensina que é o nome que salvará, mas mentem e não dizem qual é este nome. Jesus disse que Ele e o Pai são a mesma pessoa e que o Pai fala através de sua boca, acaso você concorde com esta afirmação da Escritura então deve compreender que o Pai é AMOR! Porque assim também está escrito.

Cuidado com o sistema Religioso, saia dele se ainda fizer parte, porque este NÃO TE LEVA em direção ao PAI, este apenas não Entra no Reino e não deixa que entre aquele que quer entrar.

1 menção

  1. […] o Tanach e a Torá (antigo testamento mas no original Hebraico LEIA AQUI) fala sobre o Verbo na forma mais pura e bela. Entende-se pelo Verbo como a Palavra do Pai (YHVH) o […]

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.